Pós-Graduação à distância em 

Engenharia e Gerenciamento de Manutenção

Instituição:

Este curso é ministrado pela Faculdade Prominas

Descrição do Curso:

Desenvolva habilidades técnicas de planejamento de manutenção e organização dos recursos para que a Gestão da Manutenção seja um fator de rentabilidade da empresa. Obtenha competência na aplicação de técnicas quantitativas à organização da manutenção. Saber planejar e controlar a manutenção pela análise de malhas. Aplicar técnicas de Administração aplicadas à manutenção com motivação e reorganização de uma equipe de manutenção.

Objetivos:

Capacitar o engenheiro a atuar profissionalmente, tanto em consciência técnica, como em planejamento e execução da gestão da manutenção como fator indispensável nos setores produtivos empresariais.

Público Alvo:

O curso de pós-graduação em Engenharia e Gerenciamento de Manutenção é destinado aos portadores de diplomas de Engenharias e afins, como Engenharia Ambiental, Engenharia Florestal, Engenharia Civil, Engenharia de Produção, Engenharia Química, Engenharia Elétrica e outras, bem como aos profissionais atuantes na área, como engenheiros, encarregados, projetistas, entre outros. O curso é estendido aos profissionais das demais áreas que desejam adquirir conhecimento interdisciplinar no objeto de estudo do curso.

Método de Ensino:

Vídeo Aulas, Apostilas e Demais Materiais de Apoio.

640 horas

Taxa de Matrícula:

R$ 180,00

Preço:

20

x de

R$ 180,00

PROMOÇÃO:

20

x de

R$ 110,00

Conclua o curso em

6 Meses

Você estuda no seu ritmo podendo concluir o curso em no mínimo nesse prazo.

Através de vídeo aulas e material didático produzido por professores mestres e especialistas.

Reconhecido pelo MEC

Somos nota 4 (4 de 5) na avaliação geral do Ministério da Educação.

Confira a avaliação e autorização junto ao MEC clicando no botão ao lado:

Curso 100% Online

Nova resolução do Conselho Nacional de Educação não obriga mais, cursos EaD encontros presenciais para aulas ou avaliações. Confira a resolução CLICANDO AQUI.

     Tire suas Dúvidas pelo Whats App    

 

Disciplina

ch

Módulo

01

Teoria da Engenharia de Manutenção

80 Horas

Conceitos Básicos de Manutenção; Termos e Definições Utilizados na Função Manutenção; Histórico de Manutenção; Gestão da Manutenção; Estrutura de Manutenção Industrial; Reuniões Diárias de Quebras; Plano de Ação; Tipos e Técnicas de Manutenção; Manutenção Preventiva; Organização da Manutenção Planejada; Técnicas de Gestão da Manutenção; Manutenção Preditiva; Manutenção Detectiva; Engenharia de Manutenção; Manutenção Remota; Como Reduzir as Quebras Identificando seus Tipos; Desenvolvimento de Fornecedores Nomenclatura de Intervenção Sistemática (Nis); Estudos e Melhorias de Manutenção; Sistemas de Gerenciamento de Manutenção; Apoio Técnico á Manutenção; Normalizações; Cursos/Palestras.

02

Manutenção Prática na Engenharia

80 Horas

Tipos de Manutenção; Manutenção Industrial; Manutenção Corretiva; Manutenção Preventiva; Programando a Manutenção Preventiva; Manutenção Preditiva, Proativa, Engenharia e Manutenção e Manutenção de Classe Mundial; Manutenção Preditiva; Manutenção Proativa; Engenharia de Manutenção; Manutenção de Classe Mundial; Metodologias de Suporte ao Gerenciamento da Manutenção; Manutenção Produtiva Total (Tpm); As Seis Perdas; Os Oito Pilares do Tpm; Manutenção de Classe Mundial e a Tpm; Manutenção Centrada em Confiabilidade; Processo de Implantação da Mcc.

03

Instrumentação e Indicadores de Manutenção

80 Horas

Introdução ao Sistema de Gerenciamento de Manutenção Baseado em Indicadores; Introdução; Manutenção e Engenharia de Manutenção; Medição de Desempenho de Manutenção; Estratégia de Manutenção; Elementos de Gestão de Manutenção; Política de Manutenção; Controle de Material; Sistema de Trabalho Perdido; Registros de Equipamentos; Manutenção Preventiva e Corretiva; Planejamento e Programação Dos Trabalhos; Medição de Desempenho; Indicadores; Introdução aos Indicadores; Indicadores Gerais de Manutenção; Indicadores de Desempenho; Quatro Fases para Redução de Quebras em Máquinas; Redução da Variação no Intervalo entre as Quebras.; Prolongar a Vida Útil do Equipamento; Restaurar Periodicamente a Deterioração.; Predizer a Vida do Equipamento; Tempo Médio de Quebras (Mdt); Tempo Médio de Reparo (Mttr); Tempo Médio entre Falhas (Mtbf); Indicadores de Custos; Requisitos dos Indicadores; Impacto da Implantação Dos Indicadores Em Gestão De Manutenção; Dificuldades Na Avaliação Do Desempenho De Manutenção Variáveis De Medição, Monitoramento E Benchmarking De Desempenho De Manutenção; Medidas De Desempenho De Manutenção; Diferentes Tipos De Indicadores; Controle De Estoque Em Manutenção; Erro Humano Na Manutenção Erro De Manutenção No Ciclo De Vida Do Sistema E Distribuição Do Tempo Da Pessoa De Manutenção; Razões Para O Erro De Manutenção.

04

Técnicas Aplicadas à Manutenção

80 Horas

Técnicas Aplicadads à Manutenção I; As Técnicas Aplicadas à Manutenção; Análise de Vibração; Alguns Fatores que Podem Afetar a Vibração; Medidores de Vibração; Líquido Penetrante; Ensaios por Partículas Magnéticas; Técnicas Aplicadads à Manutenção Ii; Ferrografia; Ferrografia Quantitativa; Ferrografia Analítica; Tribologia; Termografia; Técnicas Aplicadads à Manutenção Iii; Ensaio de Ultrassom; Análises de Fluidos Lubrificantes; Principais Ensaios Utilizados para Analisar Fluidos Lubrificantes; Inspeção Visual; Técnicas Aplicadas à Manutenção De Vasos De Pressão.

05

Gerenciamento de Riscos e Manutenção Aplicada

80 Horas

Riscos na Manutenção; Compreendendo os Riscos no Ambiente de Trabalho; Conceitos Básicos Relacionados aos Riscos; As Análises de Riscos; Gerenciamento de Riscos Na Manutenção; Métodos para Avaliar e Quantificar os Riscos; Ferramentas Usadas no Gerenciamento de Riscos na Manutenção Industrial; A Auditoria ; Auditoria Aplicada ao Gerenciamento de Riscos da Manutenção; Introdução aos Custos na Manutenção; Custos na Manutenção; Tipos de Custos na Manutenção; A Importância do Planejamento para o Gerenciamento de Custos na Manutenção; A Importância dos Custos de Manutenção em Algumas Atividades Econômicas; Gerenciamento de Custos como uma Ferramenta Estratégica; A Análise de Viabilidade e os Indicadores Utilizados na Manutenção; A Análise de Viabilidade Aplicada à Manutenção; Os Indicadores Utilizados na Análise de Viabilidade da Manutenção; Tempo Médio entre Falhas (Tmef); Tempo Médio para Reparo (Tmpr); Tempo Médio para Falha (Tmpf); Disponibilidade de Equipamento; Custo da Manutenção por Faturamento; Custo da Manutenção por Valor de Reposição; Outros Indicadores que Podem ser Associados à Manutenção; A Qualidade na Manutenção; A Velocidade em Serviços de Manutenção; A Confiabilidade em Serviços de Manutenção; A Flexibilidade em Serviços de Manutenção; Registro de Indicadores.

06

Prevenção e Controle de Riscos em Máquinas, Equipamentos e Instalações

80 Horas

Manutenção e Medidas de Controle; Conceito e Evolução da Manutenção; Histórico das Gerações; A Primeira Geração; A Segunda Geração; A Terceira Geração; Tipos de Manutenção; Manutenção Corretiva; Manutenção Preventiva; Manutenção Preditiva; Manutenção Centrada em Confiabilidade (Mcc); Manutenção Produtiva Total (Tpm); Medidas de Controle; Princípios da Proteção Coletiva; Tecnologia de Proteção Coletiva em Máquinas e Equipamentos; Princípios da Proteção Individual; Segurança Intrínseca; Arranjo Físico; Arranjo Físico, o que é; Relação Volume x Variedade; Relação com os Tipos de Processos; Principais Características do Tipo de Processos; Tipos de Leiaute/Arranjo Físico; Fatores na Elaboração do Leiaute; Estudo do Fluxo; Segurança nos Trabalhos em Instalações e Serviços em Eletricidade; Segurança em Eletricidade; Geração, Transmissão, Distribuição e Consumo de Energia Elétrica; Choque Elétrico: Mecanismos e Efeitos; Medidas de Controle; Aterramento Elétrico; Segurança no Canteiro de Obras; Considerações Gerais; Dinâmica do Canteiro de Obras; Os Riscos e sua Prevenção em Cada Etapa da Obra; Máquinas, Equipamentos e Ferramentas Diversas; Programa de Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção (PCMAT).

07

Docência no Ensino Superior

80 Horas

O Ensino Superior no Brasil. A Universidade na Sociedade. Legislação da Educação Superior. A Prática Docente no Contexto da LDB (Lei n.º 9.394/96). As Teorias Pedagógicas. A Didática: definição e importância no ensino superior. Planejamento do ensino. Elaboração de planos de Ensino e Prática Docente. Avaliação Educacional. Ambiente Virtual de Aprendizagem e Tecnologias para o Ensino. Interações em Sala de Aula EAD e Presencial: O Papel dos Professores e dos Alunos.

08

Metodologia do Trabalho Científico

80 Horas

Conceitos de Ciência; Método Científico; Hipóteses; Variáveis; Probabilidade; Validade; Fidedignidade; Amostragem; Delineamentos De Pesquisa; Metodologia Qualitativa e Quantitativa; Aplicação de Questionário em Pesquisas; Caracterização da Linguagem Científica e do Sistema de Produção Científico; Elaboração de Pesquisa Acadêmico-Científica; Ética na Pesquisa; Técnicas de Apresentação. Resumo Científico; Artigo Científico; Ficha Catalográfica, Pré Projeto de Pesquisa, Resenha, Relatórios de Pesquisa, Fichamento.

|   © 2020 POR ENGENHARIA E CIA.   |   contato@engenhariaecia.eng.br   |

 |   Whats App (11) 95696 7808   |