Como Especificar um Compressor?


O termo "especificar" refere-se a determinar qual o equipamento ou componente adequado para uma determinada condição de trabalho.


Quando nós atuávamos como engenheiro de vendas e aplicações para um distribuidor da Ingersoll Rand na região da grande São Paulo, a nossa maior dificuldade é justamente determinar, ou seja, especificar o compressor correto para aplicação.


Mas afinal, o que nós precisamos saber para especificar um compressor?


A resposta é fácil. Precisamos saber qual é a vazão e qual a pressão que o compressor deve ter.


Mas falar é mais fácil que obter os dados.


Como obter a vazão?


A vazão que o compressor (ou compressores) deve ter, basicamente é a soma de todas as vazões consumidas por todos os equipamentos da empresa, uma taxa de vazamento, que gira em torno de 10% e uma previsão de expansão que gira em torno de 10% ao ano.

Então basta conhecer o consumo de todos os equipamentos que você praticamente já tem a vazão do compressor.


O único problema é quem nem tudo funciona ao mesmo tempo e se você simplesmente somar tudo que tem na empresa, provavelmente irá comprar um compressor muito grande. Nesse caso, tem que usar um fator de serviço. Fator de serviço é uma estimativa percentual de tudo que irá trabalhar simultaneamente.


Como se trata de uma estimativa, é aqui que a gente pode errar e feito. Eu mesmo já cometi esse erro na ocasião, no início da carreira.


Existem algumas tabelas de referência para se obter o fator de serviço, por exemplo da Compressed Air and Gas Institute (Instituto de Ar e Gas Comprimido) que é uma instituição norte americana, mas o seu valor pode variar muito em função do tipo de empresa.


Aqui a experiência acaba sendo é a melhor ferramenta.


Se o erro for para cima, tudo bem, você só gastou mais dinheiro e já estará pronto para possíveis expansões, no entanto, se for para baixo, irá impactar a produção da empresa, podendo gerar prejuízos incalculáveis, como perda de produção, multas por atraso de entrega, entre outros.


Existem maneiras de minimizar os momentos de pico de consumo de ar que pode ser através de reservatórios de ar comprimido ou tubulações de diâmetros maiores, que também servem como reservatórios.