top of page

Nossos Artigos

Confira abaixo nossos artigos e postagens.

 

Para conhecer nossos cursos CLIQUE AQUI.

Como funciona uma bomba de vácuo

Hoje vamos falar da bomba de vácuo de anel líquido, mas antes, gostaria de receber nosso conteúdo por email ou whats?


Se sim, acesse https://www.engenhariaecia.eng.br/newsletter e se inscreva.


funcionamento de uma bomba de vácuo

A bomba de vácuo de anel líquido, como diz o nome utiliza um líquido, no caso a água, para gerar uma câmara onde o gás será operado.

Este anel líquido está representando pela cor azul na animação da Nash.

Assim toda bomba de vácuo de anel líquido requer o fornecimento de água (não representando na animação) para a geração do anel líquido.

O rotor ao girar, por efeito centrífugo, "empurra" a água para a extremidade da carcaça e assim o anel líquido é formado.

Esse rotor é excêntrico em relação a carcaça. Por volta de metade da rotação, acontece uma expansão de volume, que gera o vácuo que facilita a aspiração do gás para dentro da bomba, já a segunda metade da rotação gera uma compressão no gás.

O gás a ser operado entra e sai do rotor por meio de aberturas laterais, representadas na animação pela parte mais escura (lados esquerdo e direito da animação).

Como o equipamento opera pressão negativa, a água do anel líquido pode vaporizar, caso a pressão atinja a pressão de vapor da água e com isso, acontecerá a cavitação na bomba que é um problema bastante sério.

Pra evitar isso, a temperatura da água de anel líquido deve ser controlada e, em alguns casos, deve ser resfriada previamente por meio de um sistema externo, como por exemplo, um chiller.

Somos especialistas em treinamento, entre em contato conosco via whats 11 95696 7808 ou por email contato@engenhariaecia.eng.br


106 visualizações0 comentário

Comments


loja do mecanico.png
bottom of page