cursos.gif
mecanica dos fluidos.gif

Diferença entre Fluido Newtoniano e Fluido Não-Newtoniano

Os fluidos podem ser divididos em dois grandes grupos, os Fluidos Newtonianos e os Fluidos Não-Newtonianos.


Newton, sim o mesmo Newton das famosas "Leis de Newton estudando o comportamento do escoamento de diversos fluidos, percebeu que a tensão de cisalhamento era proporcional a uma constante que dependia do fluido utilizado, da velocidade do escoamento e da distância entre as duas placas.


A essa propriedade do fluido deu-se o nome de VISCOSIDADE DINÂMICA ou VISCOSIDADE ABSOLUTA e a essa equação deu-se o nome de "Lei de Newton da Viscosidade" (Mais detalhes, assista nossa aula sobre o tema no Youtube).


Podemos entender viscosidade como a dificuldade maior ou menor de escoar que um fluido pode ter, quanto maior a viscosidade, maior a dificuldade e consequentemente, mais energia será necessário para movimentá-lo.


Também se percebeu que nem todos os fluidos existentes se comportam da maneira como Newton observou em seus experimentos, tendo comportamentos variados.

Sendo assim, aos fluidos que se comportam conforme a Lei de Newton da Viscosidade, deu-se o nome de FLUIDOS NEWTONIANOS.


Por outro lado, aos fluidos que se comportam de outras maneiras, deu-se o nome de FLUIDOS NÃO-NEWTONIANOS.


Para esses fluidos, usa-se o conceito de VISCOSIDADE EFETIVA para representar as características da viscosidade e então, em função do seu comportamento, "tentar" fazer previsões.


Dependendo desse comportamento, o fluido não-Newtoniano recebe um nome diferente, como por exemplo: fluidos pseudoplastico, plástico, dilatante, tixotrópico, anti-tixotrópico, remalático, entre outros, como indicados na figura abaixo:



Mas e daí? E eu com isso?


Acontece que a medição da viscosidade por instrumentos convencionais irá medir valores diferentes daquelas que acontecem no sistema de bombeamento, como indicado na figura:


Entender o comportamento do fluido é fundamental para a escolha do tipo de equipamento, bem como para o dimensionamento do motor necessário para o bombeamento.


Não é raro nos deparamos com problemas operacionais ou quebra frequentes devido a escolhas equivocadas ou mal dimensionamento.


e agora quero saber de você: "o que você achou desse post?"


Deixe nos comentários a sua opinião.


#engenhariaecia #bombas #energia #engenharia

2.033 visualizações0 comentário