top of page

Nossos Artigos

Confira abaixo nossos artigos e postagens.

 

Para conhecer nossos cursos CLIQUE AQUI.

Diferenças entre as Bombas Centrífugas API e ANSI.

Hoje vamos falar das principais diferenças entre Bombas Centrífugas ANSI e API.

[receba avisos das postagens por whats, acesse https://lnkd.in/dMqyesKt]

 

bomba centrifugas api e ansi

O que é ANSI?

ANSI, é a sigla de American National Standards Institute, ou Instituto de Padrões Nacional Americano. Ele surgiu em 1918, sendo um grupo privado sem fins lucrativos que auxilia seus membros a criarem padrões e sistemas de conformidades.

 

O que é API?

API é a sigla de American Petroleum Institute, ou Instituto Americano de Petróleo. Ele foi criado em 1919 com a principal missão de assegurar padrões construtivos e operacionais para a indústria de petróleo e gás natural.


Diferenças entre Bombas API 610 e ANSI B73.1


1. Limites operacionais


As carcaças das bombas ANSI são classificadas para 300psig a 300°F, aproximadamente 20 bar a 148 °C. Nas bombas API temos as carcaças classificadas de 750 psig a 500°F, aproximadamente 51 bar a 260 °C.

 

2. Disposição da montagem dos pés


As bombas ANSI, normalmente, são montadas com os pés na parte inferior, como ilustrado pelo modelo UND/III, ou seja, abaixo da linha central da bomba, fazendo com que, em altas temperaturas, ocorram distorções e aumento de tensões nas tubulações, flanges e carcaça da bomba, devido as expansões térmicas da aplicação.

 

Em contrapartida, as bombas API possuem os pés dispostos na linha central da bomba, vide modelo HDR-API 610 da OMEL, permitindo que a estrutura se expanda na região superior e inferior, evitando que as tubulações, flanges e carcaça sofram com a sobretensão das expansões.

 

Vale ressaltar que para aplicações a altas temperatura, a OMEL tem uma versão da bomba ANSI com fixação na linha central, semelhante à API, nesse quesito.

 

3. Disposição da tampa traseira

 

Nas bombas ANSI, a tampa traseira é fixada em um adaptador, que é ligado a caixa de mancal, sendo assim "sanduichada" pelo adaptador e pela carcaça. Isso faz com que o adaptador retenha a pressão no local.


Nas API a tampa traseira é aparafusada/fixada diretamente na carcaça da bomba, deixando o adaptador de ligação do mancal fora de qualquer retenção de pressão.

 

4. Voluta simples e dupla

 

Na maioria das bombas ANSI, encontramos as volutas simples devido ao range de pressão não ser tão grande.

 

Já nas API, é predominante em bombas grandes, volutas duplas que auxiliam na minimização dos empuxos radiais ocasionados do efeito "cutwater", que acontece na mudança de energia de velocidade em pressão.

 

Os rotores das bombas ANSI normalmente não possuem anel de desgaste e são semiabertos ou abertos, enquanto que os da API são fechados e com anéis de desgaste substituíveis.

 

5. Custo

 

As bombas API são mais robustas, aguentando serviços mais pesados. Seus projetos são mais caros quando comparados as ANSI.

 

Mas sempre cabe analisar qual equipamento é mais adequado para a sua aplicação.

 

Saiba mais sobre as bombas ANSI e API da OMEL


54 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
loja do mecanico.png
bottom of page