top of page

Nossos Artigos

Confira abaixo nossos artigos e postagens.

 

Para conhecer nossos cursos CLIQUE AQUI.

Fabricação de Celulose: Preparação da Madeira

Dando continuidade ao tema FABRICAÇÃO DE CELULOSE, hoje aprenderemos um pouco sobre a ETAPA DE PREPARO DA MADEIRA.


Mas antes gostaria de receber avisos sobre nossas postagens por whats?



fabricação de celulose


O preparo de madeira trata-se da primeira etapa do processo de fabricação de celulose, sendo responsável pela picagem das toras recebidas pelo pátio de madeira (esse termo é bem generalista e pode englobar tanto a área de estocagem de madeira dentro da indústria, quanto o setor das linhas de processamento da madeira).


Neste processo as toras são picadas em pequenas frações, conhecidas como cavacos, classificados em peneiras e estocadas em silos (em algumas fábricas, a classificação dos cavacos pode vir após a pilha de estocagem).


O fracionamento e classificação dos cavacos é essencial para a cozimento, favorecendo as reações químicas ocorridas no digestor.


As etapas do preparo de madeira são as seguintes:


👉 Alimentação da Mesa de Toras


Processo em que gruas fixas ou móveis abastecem as mesas planas com toras de madeira, sendo então transferidas paras as mesas inclinadas.


Esses equipamentos são compostos por arrastadores de correntes, tracionados por motores hidráulicos e são responsáveis por transportar as toras para os transportadores de correias.


👉 Rolos Separadores


Os transportadores de correia recebem as toras e transportam para um conjunto de rolos horizontais, responsáveis por desviar parte das cascas para o sistema de rejeito e posterior envio ao repicador de rejeitos;


👉 Lavagem de Toras


Durante a passagem sobre os rolos separadores, as toras são lavadas em chuveiros com água industrial, visando a remoção de parte da areia que acompanha a madeira.


Há fábricas que possuem um primeiro estágio de lavagem antes do abastecimento nas linhas de alimentação.


👉 Picagem e Classificação


Esta é a etapa onde as toras são picadas em pequenos pedaços em equipamentos chamados picadores, compostos por um disco inclinado com facas e demais periféricos, que regulam comprimento, largura e espessura dos cavacos.


Atrás do disco há uma rosca extratora, que transporta os cavacos para peneiras com movimentos oscilatórios e que segregam os cavacos com dimensões consideradas adequadas para o processo, denominados aceites, dos pedaços maiores denominadas lascas ou overs, além de separar também os finos e palitos.


Um picador devidamente ajustado gera um índice entre 90% a 94% de aceites (dimensões entre 45 mm e 8 mm).


👉 Sistema de Rejeitos


No processo de fabricação, cascas e lascas seguem para o sistema de rejeito e posteriormente para um repicador, juntam-se aos finos e são enviados ao silo de biomassa para queima nas caldeiras auxiliares, afim de gerar parte do vapor e energia utilizados na fábrica.


👉 Estocagem dos Cavacos no Silo de Estocagem


Etapa onde os cavacos aceitos são transportados para o silo, com auxílio de transportadores de correias.


Já tinha ouvido falar deste processo?


79 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


loja do mecanico.png
bottom of page