top of page

Nossos Artigos

Confira abaixo nossos artigos e postagens.

 

Para conhecer nossos cursos CLIQUE AQUI.

Processo de Fabricação de Papel e Celulose

Hoje, vamos falar sobre o processo de FABRICAÇÃO DA CELULOSE, mas antes, gostaria de receber avisos sobre nossas postagens por whats?



fabricação de papel e celulose

Celulose é um carboidrato do tipo polissacarídeo, presente nos grupos vegetais. Sua fabricação é por extração através de diversas etapas de tratamentos físicos e químicos.


Há dois grupos principais, celulose de fibra curta e de fibra longa.


No Brasil a celulose de fibra curta é extraída basicamente do eucalipto enquanto a celulose de fibra longa é extraída de pinus.


A celulose está presente em diversos produtos, servindo como matéria prima principal para a fabricação de papéis e papelões, mas também sendo aplicados em produtos de linhas higiênicas, farmacêuticas, alimentícias e têxteis.


Seu processo de fabricação envolve as seguintes etapas:


1) Cultivo e manejo florestal


Etapa fundamental em que as árvores são cultivadas e após um ciclo de aproximadamente sete anos (para eucaliptos) são colhidas, tratadas e enviadas às indústrias.


A composição química média de um eucalipto é de 51% de celulose, 19% de hemicelulose, 28% de lignina e 2% de extrativos, sendo que os dois primeiros grupos devem ser preservados ao máximo para produção de celulose de mercado e os dois últimos extraídos no processo de fabricação.


2) Preparo de madeira


Após todo o ciclo de colheita, as toras recebidas na indústria são levadas às linhas de preparo de madeira, onde são lavadas e picadas em equipamentos chamados picadores, após essa etapa as toras são transformadas em pequenos pedaços com granulometria regular chamados de cavacos, sendo posteriormente classificadas em peneiras e levadas aos silos de estocagem.


3) Cozimento


Aqui a celulose é devidamente extraída por meio de cozimento em condições controladas de temperatura, pressão e pH, neste processo os cavacos são cozidos em meio líquido alcalino composto por licores branco e negro.


4) Branqueamento


Após o cozimento a celulose precisa ser branqueada em diversas etapas de tratamento químico, até alcançar os parâmetros de qualidade necessários


5) Secagem e enfardamento


A celulose já branqueada é secada por meio de vapor e passando por rolos para retirada do volume de água em suspensão. Após, o teor seco da celulose estará em torno de 90% e no enfardamento serão produzidos os fardos já acabados.


6) Recuperação química


Aqui o licor negro gerado pela solubilização da lignina durante o cozimento é recuperado, obtendo-se novamente o licor branco e é reutilizado no processo.


7) Utilidades


Essa área fornece condições para que todo o ciclo de fabricação seja mantido com utilidades como energia, vapor, ar comprimido, água, tratamento de efluentes e licor branco para cozimento.


8) Controle de qualidade: Em todo esse processo a qualidade é monitorada, afim de se alcançar os devidos indicadores de qualidade final como alvura, viscosidade, pH, sujidade, condutividade e resistência à tração.


E ai, conhecia o processo?


176 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
loja do mecanico.png
bottom of page