top of page

Nossos Artigos

Confira abaixo nossos artigos e postagens.

 

Para conhecer nossos cursos CLIQUE AQUI.

Tipos de Juntas de Expansão


tipos de junta de expansao
Tipos de Juntas de Expansão

Hoje vamos falar sobre as juntas de expansão, mas antes lhe convidamos a participar da nossa newsletter por email, inscreva-se pelo link https://www.engenhariaecia.eng.br/newsletter


As juntas de expansão são dispositivos essenciais em sistemas de tubulações e dutos, projetados para absorver movimentos térmicos, vibrações e desalinhamentos estruturais, garantindo a integridade e o funcionamento eficiente desses sistemas. Existem diversos tipos de juntas de expansão disponíveis, cada uma adequada para uma aplicação específica.


Neste texto, discutiremos os principais tipos de juntas de expansão quanto ao tipo de material utilizado na confecção e quanto ao movimento que elas compensam.


1) Juntas de expansão de borracha:


Elas são compostas por um tubo flexível de borracha reforçada com lonas de nylon ou poliéster. Elas são amplamente utilizadas em sistemas de água, esgoto, HVAC (aquecimento, ventilação e ar-condicionado) e aplicações industriais com baixas pressões e temperaturas moderadas.


Elas são eficazes na absorção de movimentos axiais, laterais e angulares, além de serem relativamente acessíveis e fáceis de instalar.


2) Juntas de expansão metálicas:


Elas são construídas com camadas de metal corrugado ou laminado, geralmente aço inoxidável ou aço carbono.


Elas são adequadas para sistemas com altas pressões e temperaturas elevadas, encontradas em indústrias petroquímicas, refinarias, usinas de energia e outras aplicações industriais.


Elas podem absorver movimentos axiais, angulares e laterais, bem como vibrações e ruídos, proporcionando maior resistência e durabilidade em ambientes exigentes.


3) Juntas de expansão de tecido:


Elas são construídas com camadas de tecido impregnadas com compostos de borracha ou PTFE (politetrafluoretileno).


Elas são usadas principalmente em sistemas de exaustão, ventilação e tratamento de gases, onde são necessários altos níveis de flexibilidade, isolamento térmico e resistência química. Essas juntas podem lidar com movimentos axiais e angulares, além de reduzirem a transmissão de vibrações e ruídos para o ambiente circundante.


4) Juntas de expansão de metal-borracha:


Elas combinam as propriedades de flexibilidade da borracha com a resistência do metal. Elas consistem em uma carcaça de metal interna revestida por uma camada de borracha vulcanizada.


Essas juntas são utilizadas em sistemas que exigem boa capacidade de absorção de movimentos axiais e laterais, como tubulações de transporte de fluidos em refinarias, indústrias químicas e plantas de tratamento de água.


Além disso, elas oferecem resistência a altas pressões e temperaturas.


Quanto ao movimento, elas podem ser:


a) Movimento Axial: Compensam movimentos longitudinais.


b) Movimento Lateral ou Paralelo: Compensar movimentos laterais


c) Movimento Angular: Compensam movimentos angulares


Uma instalação real é normalmente tridimensional, podendo ser usado uma combinação desses tipos de juntas em trechos distintos.


96 visualizações3 comentários

Posts recentes

Ver tudo
loja do mecanico.png
bottom of page